O governo apresentou semana passada a proposta de reforma administrativa, com o objetivo de alterar as normas para os novos servidores. A reforma ainda precisa ser analisada e aprovada pela Câmara e pelo Senado, para que então possa se tornar lei.

No entanto, algumas alterações não agradaram nenhum pouco os futuros servidores, visto que boa parte dos benefícios serão excluídos da folha. Além disso, algo que também foi alvo de críticas é que: parlamentares, magistrados (juízes, desembargadores, ministros dos tribunais superiores), promotores e procuradores, e militares não entraram nas novas regras da reforma.

O professor Pablo Jamilk fez um vídeo explicando um pouco sobre esse assunto.

Confira:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.