Série "Estudando Língua Portuguesa" – Capítulo 1

Muito bem, guerreiros! Decidi iniciar uma série dedicada somente ao estudo de Língua Portuguesa! Vou segmentar bem isso para falar especificamente sobre concursos públicos! Se você estiver pensando em prestar concurso e possuir alguma dificuldade com Língua Portuguesa, este post (assim como vários outros) é (são) para você! 

1 – Estratégias de estudo para Língua Portuguesa. 

Há duas estratégias fundamentais para estudar LP: a primeira é meter a cara na teoria, ou seja, moer a Gramática. Isso funciona porque você consegue absorver os conteúdos que estão por trás das questões e, com isso, até mesmo identificar uma questão com erro de elaboração antes mesmo de sair o gabarito – esse é o perfil do “concurseiro gramatiqueiro”. A segunda estratégia consiste em mergulhar fundo nos exercícios e estudar por meio dos comentários (quando estiverem corretos, é claro)! Isso funciona porque você consegue conhecer o perfil de cada banca examinadora – estratégia muito válida para o momento pós publicação de edital. 

2 – Divisão dos conteúdos

Deve ficar claro para você que há uma divisão de conteúdos na LP. Isso vai facilitar o entendimento do que motivo de estudo, ou seja, em qual ponto você deve focar mais! A divisão é a seguinte:
a) Fonética / Fonologia: estudo sobre produção, emissão e articulação dos sons da Língua. 
b) Morfologia: estudo sobre classificação das palavras e sobre sua estrutura.
c) Sintaxe: estudo sobre a função das palavras em um período.
d) Semântica: estudo sobre o significado das palavras (essa designação serve apenas para o concurso público, na verdade, Semântica é outra coisa)
e) Pragmática: estudo sobre o sentido das expressões em determinados contextos. 

3 – Não estou progredindo

Se você estiver estudando muito, mas não estiver progredindo, provavelmente deve haver algum erro no seu procedimento de estudo. Antes de se desesperar, é preciso saber que há uma fase do estudo de LP em que você irá se sentir muito perdido (como se tivesse muitas coisas para lembrar). De fato, há muito conteúdo, mas nada impede que você trabalhe sobre isso com bastante dedicação. A minha sugestão é que você procure descobrir os “pontos fracos” – “sempre erro questão de crase”, “sempre erro questão de pontuação”, para – então – buscar as estratégias de melhoria. Um professor de confiança sempre será a solução para esse impasse! 

4 – Leitura

Muita gente torce o nariz quando eu falo em leitura. Normal, não é todo mundo que gosta de ficar um grande tempo detido em um tipo de texto com o qual não possui intimidade. Entretanto, é fundamental que você dedique alguns momentos de seu tempo de estudo para a leitura de tipos distintos de texto: editoriais, contos, poemas, artigos de opinião. Isso fará com que você tenha maior capacidade de interpretação e as questões hão de ficar mais fáceis! Leia! 

5 – Conhecimento sobre as bancas

Os exercícios a que aludi antes servem para você conhecer o perfil da banca examinadora. Em se tratando de LP, vale a dica de mergulhar no perfil da banca: algumas cobram mais Morfologia, outras preferem questões de colocação pronominal, outras ainda gostam mais de interpretação. Sem medo de errar, digo que você começa a conhecer uma banca examinadora apenas após resolver 10 provas por ela elaboradas.

Grande abraço, até o próximo post! 
Força, guerreiros! 
Anúncios

2 comentários em “Série "Estudando Língua Portuguesa" – Capítulo 1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s