Reflexão do dia!

Eu acho uma besteira sem tamanho esse negócio de ficar tentando empurrar goela abaixo das pessoas a história – ou suposta história – da própria vida para tentar motivar alguém a fazer alguma coisa. Por dois motivos principais:
·         1º ninguém quer saber.
·         2º as pessoas não são iguais.
Esse pensamento de que as pessoas não são iguais não é necessariamente meu. Eu o li – e passei a concordar imediatamente – depois de pegar um livro do Nietzsche (por recomendação de um professor amigo meu). O livro em questão é “Assim falava Zaratustra” – um baita livro, porém pouco compreendido, por sinal. Talvez pelo fato de ser altamente metafórico em suas considerações de natureza filosófica. Enfim, passei a crer que as pessoas não são iguais! Mesmo!
Disso se entende que não é muito inteligente ficar jogando o próprio exemplo na cara das outras pessoas e dizendo “olha, se eu fiz, você também consegue fazer”! Grande babaquice esse pensamento! Convicções diferentes, capacidades diferentes, constituições diferentes. Qual a necessidade de buscar, de maneira tão incessante, esse igualar que beira a imbecilidade? Nenhuma, na verdade.
Para você, não interessa se eu sou alto, baixo, se já fui gordo, se já fui magrelo, pobre, rico, burro, esperto… tudo isso não passa de ração para engordar o falatório ruminante de algumas pessoas. Aliás, eu posso falar o que quiser para você, pois o papel aceita tudo. Posso até falar que eu fui combatente em várias guerras e que sobrevivi para dar o meu exemplo – mesmo que não tivesse feito nada disso. Você, talvez, ficasse encantado com todo o palavrório, mas isso não mudaria em nada o que apenas você poderia fazer. Isso não daria habilidades mágicas para encarar a vida, não forneceria mais do que um placebo para o pensamento.
Sou um pouco rude nesse sentido. Acho que as pessoas tendem a fantasiar demais, a conjeturar demais e a viver a vida dos outros, em vez de viver a própria vida. Cada um deve ser senhor de si, e apenas de si. Qualquer pessoa que diga que ela deve ser autoridade sobre você é um idiota pleno. Ninguém tem mais força para mudar a sua realidade do que você mesmo! São seus braços, suas atitudes, sua força de espírito (em sentido lato) que farão qualquer coisa que você queira.

Olha, também não vou ficar de frescura e passar a mão na cabeça dizendo que tudo é positivo e que o universo conspira a seu favor. Por quê? Porque isso é outra mentira ridícula. O mundo é muito difícil, e você deve lutar todos os dias! Deve mostrar os dentes para os desafios. Você deve ser o temido, não o temeroso! Pegue a caneta, o lápis, o carvão, o teclado, o giz-de-cera do destino e vá escrever a sua história. A dos outros pode nem ter ocorrido, pode ser uma bela ficção, pode até ser uma armadilha. Você não precisa da aprovação dos outros para ser quem você é; você apenas precisa da sua consciência para ser firme em suas decisões! 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s