Composição

Composição

De zero até uns setenta anos,
Passamos compondo versos.
Alguns sem métrica
Outros sem rima
Tantos sem sentido.
Às vezes insistimos em usar
A mesma palavra 
Quebrantada de outras estrofes.
Os anos iniciais passam vibrantes
Como uma oitava-rima.
A jovialidade dança nos versos livres
Nos dísticos do coração.
Envelhecemos no passo de uma redondilha maior.
Nem tudo escrevi sozinho.
Os mais belos versos da minha composição
Foram escritos quando a pena estava em sua mão! 
(Pablo Jamilk) 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s